Parceria

TRF4 cede uso do SEI para Câmara Legislativa do Distrito Federal

30/05/2019
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

Nessa quarta-feira (29/5), o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Thompson Flores, e o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado Rafael Prudente, assinaram acordo de cooperação, com a cessão do uso do Sistema Eletrônico de Informação (SEI) pelo tribunal ao órgão. A solenidade ocorreu no Plenário da Câmara, em Brasília.

Durante o encontro, Thompson Flores exaltou a economia de 2 bilhões de reais gerada nos mais de 400 órgãos que já aderiram ao sistema. "Esse é um exemplo de como a Administração Pública pode criar uma ferramenta revolucionária", destacou o presidente da corte.

Com a parceria, a Câmara passa a fazer a tramitação de documentos e processos com o uso do SEI, de forma digital e não mais com papel. A ferramenta vai permitir a produção, edição, assinatura e consulta de documentos e proposições legais de forma totalmente eletrônica. Prudente comemorou a adesão do poder legislativo do DF ao mecanismo já utilizado por centenas de entidades. "Um dos grandes desafios dessa gestão é trazer a Casa para o século XXI, modernizando os processos. Toda a sociedade vai ganhar com a implantação do SEI", enfatizou o presidente da Câmara.

O vice-presidente e responsável pela área de informática da Câmara, deputado Rodrigo Delmasso, ainda revelou que a expectativa é reduzir custos, ampliar a transparência, acelerar os processos administrativos e as propostas legais. “Ao final, queremos integrar a votação eletrônica dos projetos com o SEI, o que é inédito nas Casas de Lei do País", pontuou o deputado.

Durante o encontro, também estiveram presentes a diretora-geral do TRF4, Magda Cidade, o coordenador do SEI, juiz federal Eduardo Picarelli, e a diretora de gestão do SEI, Patrícia Valentina.

SEI

O SEI foi totalmente criado por servidores do TRF4 em 2009 e hoje é usado por mais de 400 órgãos públicos em todo o país. Só no Poder Judiciário são mais de 40 instituições.

O direito de uso do SEI é cedido gratuitamente e permite a gestão eletrônica e simultânea das atividades administrativas, sem uso de papel, com a atuação dos setores envolvidos em tempo real, promovendo agilidade, sustentabilidade e economia de recursos. Atualmente, já são cerca de 2 bilhões de reais economizados pelos órgãos que seriam gastos somente com a compra de sistemas.

No meio eletrônico, os procedimentos estão sistematizados e disponíveis para consulta. Isso significa menos burocracia e mais celeridade.

Para assistir o vídeo da solenidade de assinatura do acordo de cooperação, clique aqui.

 

Com informações da Comunicação da CLDF