Tecnologia

SEI é usado em procedimentos do Arquivo Nacional para eliminação de documentos

08/08/2019
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

A Coordenação-Geral de Gestão de Documentos do Arquivo Nacional publicou nessa quarta-feira (7/8) recomendações para eliminação de documentos arquivísticos através do uso do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). A partir dos procedimentos divulgados, os órgãos e entidades do Poder Executivo Federal que utilizam a plataforma desenvolvida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) poderão solicitar a autorização de extinção de arquivos de forma mais ágil e integrada.

De acordo com o Arquivo Nacional, a decisão de elaborar os procedimentos através do SEI tem o intuito de acompanhar as ações de inovação da administração pública federal, possibilitando mais rapidez nas atividades e rotinas administrativas. A coordenação-geral apontou como fator inicial para a criação dessas orientações o crescente número de órgãos e entidades que já aderiram a ferramenta.

O Arquivo Nacional disponibilizou os procedimentos através deste link.

Para mais informações, foram indicados contatos e a página do Arquivo Nacional sobre a eliminação de documentos.

SEI

O SEI foi totalmente criado por servidores do TRF4 e permite a gestão eletrônica e simultânea das atividades administrativas dos órgãos públicos, sem uso de papel, com a atuação dos setores envolvidos em tempo real, promovendo agilidade, sustentabilidade e economia de recursos. Atualmente, já são cerca de 2 bilhões de reais economizados pelas instituições, já que o direito de uso da ferramenta é cedido gratuitamente pela corte para outras entidades brasileiras.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Arquivo Nacional