Novo Data Center do TRF4 começa a funcionar trazendo maior segurança para os processos eletrônicos

27/07/2018
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

“Atingimos, realmente, um tempo novo, pois esse Data Center é um antigo anseio que tínhamos aqui no tribunal e é bastante simbólico que possamos então entregá-lo no momento em que nos aproximamos de completar 30 anos”. Com essas palavras, o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Thompson Flores, realizou, hoje à tarde (27/7), a cerimônia de inauguração do novo Data Center da corte.

O empreendimento vai trazer mais segurança, estabilidade, eficiência e tecnologia para todos os sistemas eletrônicos utilizados pelo tribunal e pela Justiça Federal (JF) da 4ª Região, entre eles o sistema de processo eletrônico eproc. O novo conjunto de salas, computadores, servidores, além de outros equipamentos de informática, fica localizado na torre administrativa da sede do TRF4, em Porto Alegre (RS).

No tocante aos processos judiciais eletrônicos, o projeto não vai somente gerenciar o eproc do tribunal, mas também fará cópias de segurança de todos os documentos processuais das demandas de primeira instância das Seções Judiciárias do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Para o diretor de Tecnologia da Informação (TI) da corte, Cristian Ramos Prange, a novidade vai trazer um grande avanço em relação à preservação dos dados utilizados por todos os sistemas da JF da 4ª Região. “O Data Center vai servir como mais uma garantia para o eproc, principalmente, poder funcionar 24 horas por dia sem interrupções, assim o acesso fica permanentemente disponível para os usuários a qualquer momento e também traz mais segurança para todos”, afirmou Prange.

Segundo o diretor da Secretaria de Infraestrutura e Tecnologia do TRF4, Henrique Cassol, a nova tecnologia vai fornecer energia e estabilizar a rede de TI de maneira mais eficiente. Conforme ele destacou, o Data Center é totalmente otimizado, contando com recursos de manutenção de temperatura e climatização, além de manutenção especializada que permite que qualquer elemento do sistema seja trocado sem a necessidade de interromper o seu funcionamento.

Cassol também frisou a preocupação em construir as instalações do Data Center levando em consideração os aspectos de segurança para o empreendimento. “O acesso ao local é feito por meio de biometria, com a leitura de digital, também instalamos 12 câmeras de segurança no ambiente, monitoradas pelo setor de informática do tribunal, e um sistema de detecção automática de incêndios que usa gás ecológico para controle do fogo juntamente com estruturas de salas modulares com corta-fogo de até 90 minutos”, explicou.

A inauguração foi acompanhada por magistrados e servidores do TRF4, entre eles a diretora-geral, Magda Cidade, que considerou o novo Data Center “um motivo de orgulho para toda administração do tribunal”. Ela apontou os diversos benefícios do empreendimento entre eles “a segurança total e a agilidade no trabalho que a justiça vai adquirir com essa nova estrutura”. Magda ainda reforçou que a aquisição é fundamental e “por isso a gestão fica muito feliz que tenha dado tudo certo e a implementação do Data Center tenha finalmente ocorrido”.

Ao encerrar a cerimônia, o desembargador Thompson Flores ressaltou que o projeto representa um “marco para a nossa Justiça Federal e, com certeza, vai nos auxiliar a obter uma projeção ainda maior do TRF4 no cenário nacional”.