Setembro Amarelo

Campanha institucional distribui mensagens positivas

09/09/2019
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

Durante o dia de hoje (9/9), quem circulou pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) pôde notar potes com bilhetes amarelos que transmitiam palavras de força e elevação de autoestima. A ação institucional de conscientização sobre a prevenção ao suicídio foi promovida pela Secretaria de Saúde da corte e esteve presente nos prédios judicial e anexo do tribunal, em Porto Alegre (RS).

Com o objetivo de tornar o dia mais leve e propor reflexões sobre as emoções, as mensagens estiveram em meio à rotina dessa segunda-feira oferecendo carinho aos que passavam. Entre os profissionais e visitantes que pararam para ler os recados, a equipe que realiza a ginástica laboral no tribunal aproveitou o tempo entre as atividades para conferir de perto os bilhetes motivadores. “Às vezes uma pequena mensagem é capaz de mudar totalmente o dia da gente”, comenta a professora Julie Leizer, que comemorou a realização de mais uma edição da campanha do Setembro Amarelo no TRF4.

A ação deste ano divulga, além das positividades, os telefones do Centro de Valorização da Vida (CVV) e da Secretaria de Saúde do tribunal, propondo o diálogo como forma de prevenção ao suicídio. A profissional de educação física Anali Menezes, que pegou uma das mensagens no corredor, reforçou a necessidade da conversa no processo de identificação e combate aos fatores que levam ao ato extremo. “É bem importante falar sobre esse assunto, porque a depressão é uma doença silenciosa e a informação mostra que é possível buscar ajuda”, observou.

Além dos potes dispostos em quatro andares do tribunal, a instituição também fortalece seu apoio à campanha do Setembro Amarelo iluminando o Museu do TRF4 e a fachada do prédio da corte com luzes amarelas.

Setembro Amarelo

O ‘Setembro Amarelo’ é uma campanha nacional de conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito dessa realidade. Ocorre desde 2015, no mês de setembro, por meio da identificação de locais públicos e particulares com a cor amarela e da ampla divulgação de informações.