CORREGEDORIA

Comunicação não-violenta é pauta de Laboratório de Inovação

03/10/2019
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

O Laboratório de Inovação da Corregedoria Regional da Justiça Federal da 4ª Região iniciou ontem (2/10) um grupo de estudos sobre “Comunicação não-violenta”. O encontro de introdução ao tema, que aproveitou a data do Dia Internacional da Não Violência, ocorreu no Gabinete da Corregedoria, na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre (RS).

A primeira reunião contou com a participação de servidores da corte, da Seção Judiciária do Rio Grande do Sul (SJRS), da Advocacia-Geral da União (AGU) e da Procuradoria Regional da República da 4ª Região (PRR4). A partir de amanhã (4/10), o grupo inicia seus estudos sobre o processo de comunicação não-violenta.

Nas próximas encontros, serão exibidas aulas em EaD sobre como estabelecer uma comunicação empática e discutidas maneiras de aplicá-la. Os encontros ocorrerão nas quartas e sextas-feiras das 10h30 às 12h, na sala destinada às atividades do Laboratório.

O grupo ainda tem vagas para servidores com interesse em participar da discussão. Mais informações podem ser obtidas na Corregedoria.

Comunicação Não-Violenta

A abordagem é uma ferramenta de ensino para melhorar as relações de cooperação, através de interações pacíficas. Criada pelo psicólogo americano Marshall Rosenberg, a comunicação não-violenta utiliza estratégias que visam ao bem-estar pessoal, de grupo e da natureza.

Dia Internacional da Não Violência

A data de 2 de outubro foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional da Não Violência. A escolha é uma homenagem ao aniversário de nascimento do ícone da paz global Mahatma Gandhi, que ontem completaria 150 anos.