Cooperação

STJ e Conselho da Justiça Federal renovam cessão do SEI

27/09/2021 - 16h06
Atualizada em 28/09/2021 - 12h14
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4
  • Clique para ler ou parar a leitura da notícia

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador Ricardo Teixeira do Valle Pereira, assinou hoje (27/9) novo acordo de cooperação técnica para a cessão do SEI (Sistema Eletrônico de Informações) com o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Conselho da Justiça Federal (CJF). 

Após assinar eletronicamente o termo, juntamente com o presidente do STJ e do CJF, ministro Humberto Martins, o presidente do TRF4 falou sobre os ganhos que o SEI tem possibilitado à Administração Pública. “Além da modernização das atividades administrativas, eliminando o custo ambiental com papel e transporte, o SEI enxugou fluxos de trabalho e deu mais transparência aos procedimentos administrativos”, afirmou Valle Pereira.

O desembargador também ressaltou que o sistema está preparado para atender às demandas apresentadas e falou das vantagens trazidas pela versão 4.0: “A nova versão trouxe mais segurança, com dupla verificação, e a integração plena, permitindo o compartilhamento de processos entre órgãos”, pontuou o presidente do TRF4, enfatizando que o SEI é um sistema público e de cessão gratuita.

O ministro Humberto Martins pronunciou-se em seguida dizendo-se satisfeito por ter uma Justiça funcionando de forma autônoma, mas unida. Martins destacou que o STJ e o CJF passam a contar agora com o módulo de gestão estratégica do SEI. 

“Este sistema foi implantado no STJ em 2015 e no CJF em 2019 e tornou a gestão documental ágil, eficiente e transparente. O SEI é utilizado em quase todos os órgãos da esfera federal, além de estados e municípios, ampliando a comunicação, estreitando laços e economizando recursos. Com menos, fez-se mais”, declarou o ministro.

Martins comemorou o desenvolvimento tecnológico, que possibilitou o seguimento do trabalho do Judiciário, mesmo com as restrições trazidas pela pandemia. “No período de trabalho remoto, não paramos, mas permanecemos atentos, vigilantes e alertas, respondendo aos questionamentos da sociedade”, ele completou.

SEI

O SEI foi totalmente criado por servidores do TRF4 em 2009 e hoje é usado por órgãos públicos em todo o país. Só no Poder Judiciário, são mais de 40 instituições.

O direito de uso do SEI é cedido gratuitamente e permite a gestão eletrônica e simultânea das atividades administrativas, sem uso de papel, com a atuação dos setores envolvidos em tempo real, promovendo agilidade, sustentabilidade e economia de recursos.

No meio eletrônico, os procedimentos estão sistematizados e disponíveis para consulta. Isso significa menos burocracia e mais celeridade.



Tela de plataforma zoom com 13 magistrados e um representante do MPF aparecendo por vídeo
Sessão híbrida do CJF realizada hoje (27/09), com alguns ministros presentes e outros online
Tela de plataforma zoom com 13 magistrados e um representante do MPF aparecendo por vídeoPresidentes em pé assinam no notebook termo de cessãoPresidentes do STJ, ministro Humberto Martins (esq.), e do TRF4, desembargador Ricardo Teixeira do Valle Pereira, assinaram o termo de cessão do SEI