JFPR | Memória Institucional

Juiz federal de Foz do Iguaçu assume a coordenação de Gestão da Memória da SJPR

22/08/2022 - 17h30
Atualizada em 22/08/2022 - 19h01
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

O juiz federal Rony Ferreira (2ª Vara Federal de Foz do Iguaçu) assumiu na tarde de sexta-feira (19), a coordenação da Gestão da Memória Institucional da Seção Judiciária do Paraná. A cerimônia, realizada de forma mista - virtual e presencial - foi presidida pelo Diretor do Foro da SJPR, juiz federal José Antonio Savaris.

Quem deixou o cargo foi o juiz federal Marcelo Malucelli, que presidia a Comissão desde outubro de 2020. A reunião foi realizada na sala da Direção do Foro com a presença da diretora administrativa, Daniela Hideko Ynoue, e dos servidores Dulcinéia Tridapalli, Daniela Adaltino Cabreira e Valdir Chacon Ferreira, que integram a comissão. 

O diretor do Foro, José Antonio Savaris, frisou que a escolha pelo sucessor não foi difícil, pois houve consenso de todos que atuam na comissão. “Marcelo Malucelli foi sempre um conselheiro em nossa gestão à frente da Direção do Foro e temos uma enorme gratidão por este tempo em que ficou à frente da Comissão de Gestão da Memória, auxiliando a instituição com achados que dela fazem parte essencial. Para o sucessor, desejo todo sucesso, guardando a certeza de que o projeto de valorização da história do Poder Judiciário aqui no Paraná está em boas mãos”.

Marcelo Malucelli agradeceu a confiança de todos que se envolveram com o projeto em prol da memória da JFPR. “O trabalho realizado pela Divisão de Documentação e Memória e pela Comissão de Gestão é motivo de muito orgulho para a instituição. Expresso, neste momento, meus sinceros parabéns ao colega que inicia neste cargo, pois tenho certeza de que o trabalho continuará a render muitos frutos”.

O juiz federal Rodrigo Kravetz, então diretor do Foro da SJPR que propôs ao TRF4 a nova estrutura do NDOCM e instituiu, em setembro de 2020, a Comissão de Gestão da Memória Institucional, disse que Marcelo Malucelli apoiou as atividades pioneiras e se destacou como grande incentivador das ações relacionadas à preservação e divulgação da história da JFPR, sendo um exemplo a ser seguido. "Tenho certeza de que o novo coordenador dará plena continuidade aos projetos. O juiz federal Rony Ferreira é um entusiasta e fará um brilhante trabalho. Por isso, felicito ao empossado para desenvolver as ações futuras.”

O novo coordenador, Rony Ferreira, disse que ficou muito feliz com a lembrança para dar sequência ao trabalho. “A tarefa de substituir Marcelo Malucelli não será fácil, por conta de tudo que ele significou e significa pelo resgate da memória da instituição. Muitos juízes(as) e servidores(as) trataram o tema da memória com muito carinho, muito antes da normatização do CJF. Tanto que o prêmio nacional de melhor Portal da Memória, por exemplo, é um coroamento deste trabalho coletivo, sempre visando à preservação da memória. Por tudo isso, só tenho a agradecer o convite em poder participar ainda mais de perto deste trabalho e contribuir na preservação deste legado”.