TRF4 |

Novas regras sobre call centers são destaque no último Via Legal de 2008

30/12/2008 - 14h40
Atualizada em 30/12/2008 - 14h40
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4
Desde o início de dezembro, as empresas estão obrigadas a seguir uma série de regras no funcionamento dos chamados call centers. É preciso, por exemplo, que o consumidor seja atendido em, no máximo, um minuto e que o primeiro atendente esteja capacitado para registrar os pedidos de cancelamento. A ordem é evitar o famoso jogo de empurra que quase sempre impede que a pessoa tenha o problema solucionado. Este é o assunto destaque no Via Legal dessa semana, o último de 2008. Analice Bolzan explica o drama de quem precisa do serviço e mostra o que pode ser feito para coibir os abusos.

Em outra reportagem, o programa apresenta um problema que ameaça o equilíbrio ambiental no Rio Grande do Norte. A criação de camarão em viveiros, chamada de carcinicultura, cresceu muito nos últimos anos e hoje ocupa boa parte dos mangues, habitat de outros animais, como o caranguejo. O Ibama fechou o cerco aos criadores que reclamam da fiscalização. Juliano Domingues apresenta as conseqüências do problema que coloca em lados opostos, parte dos trabalhadores e os defensores da natureza.

Viviane Rosa esteve no Espírito Santo para mostrar o drama de brasileiros ameaçados de perder a casa que acreditavam ser própria. Eles vivem em Vitória, onde quase 50 mil imóveis são considerados terrenos de marinha. Para ocupar o espaço, as pessoas são obrigadas a pagar uma espécie de aluguel à União. Como os valores são expressivos, a maioria está inadimplente. A Justiça Federal analisa um processo em que é solicitada a suspensão da cobrança que, na avaliação do Ministério Público, no caso do município, deve ser considerada ilegal.

O sofrimento de quem está na fila por um transplante também é abordado na edição desta semana do Via Legal. Alessandra de Castro conversou com algumas pessoas que correm contra o tempo para receber um novo órgão e que têm na cirurgia a única esperança para continuarem vivas. Na hora de definir quem vai ser operado, o principal critério é o tempo de espera, mas ele não é o único. A Justiça tem sido acionada para definir situações em que falta acordo entre pacientes e a Central de Transplantes.

Fonte: Cpjus/CJF

Dias e horários em que o Via Legal vai ao ar:

Na TV Justiça
Quarta-feira - 21h30min (inédito)
Sábado - 18h / Segunda-feira - 13h30min (reprises)

Na Rede Cultura
Sábado - 7h30min

Na Rede Educativa
Sábado - 8h30min