Institucional

Presidente do TRT-RS propõe parceria com TRF4 em programa para jovens

27/09/2019
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus, recebeu nesta tarde (27/9) a visita institucional da presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), desembargadora Vania Maria Cunha Mattos, e da diretora-geral, Bárbara Burgardt Casaletti. A reunião ocorreu na sede do TRF4, no gabinete da Presidência.

Vania e Bárbara vieram entregar um ofício ao desembargador Laus para formalizar um pedido de parceria entre os dois tribunais para que os alunos que participam do Projeto Pescar possam ter acesso ao sistema de processo eletrônico do TRF4, o eproc, e tenham aulas de capacitação sobre o uso da ferramenta.

O Projeto Pescar é um programa de formação socioprofissionalizante desenvolvido pela Fundação Projeto Pescar, em parceria com uma rede colaborativa de instituições, para a introdução de jovens estudantes em vulnerabilidade social, com idades entre 16 e 19 anos, no mundo do trabalho.

No TRT-RS, um dos parceiros da iniciativa, os jovens têm aulas de informática e de uso de sistemas eletrônicos de processos com professores voluntários que são servidores do próprio tribunal, explicou a desembargadora Vania. Ela ainda acrescentou que o objetivo é que os alunos que se formam no projeto possam conseguir uma vaga de estágio ou de emprego em escritórios de advocacia.

Bárbara ressaltou que é muito importante ensinar os adolescentes a utilizarem a plataforma eproc, pois isso aumenta a diversidade de conhecimentos deles para trabalharem com os processos judiciais eletrônicos e consequentemente a chance de obterem uma contratação nos escritórios.

O desembargador Laus requisitou que fosse encaminhada à Presidência do TRF4 a documentação normativa que regula o Projeto Pescar. Ele disse que a administração vai analisar os documentos para estudar a possibilidade de viabilizar a parceria.

O magistrado também elogiou a iniciativa, destacando que programas desse tipo são excelentes formas das instituições públicas cumprirem seus papéis de responsabilidade social e de cidadania.

O desembargador federal do TRF4, Ricardo Teixeira do Valle Pereira, também esteve presente no encontro.