TRF4 | Cooperação

Município de Canoas e TRT do Espírito Santo assinam convênio para uso do SEI

21/07/2022 - 17h18
Atualizada em 01/09/2022 - 16h06
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Ricardo Teixeira do Valle Pereira, e o prefeito em exercício de Canoas (RS), Nedy de Vargas Marques, assinaram hoje (21/7) Acordo de Cooperação Técnica para cessão do uso do SEI. O município passa agora a integrar o grupo de usuários do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), composto por mais de 400 órgãos e entidades públicos no país.

“O compartilhamento do SEI é a consolidação de uma cultura de compartilhamento do conhecimento, algo muito valorizado pelo TRF4”, declarou Valle Pereira após assinar eletronicamente o documento.

“Canoas vai andar de forma mais adequada, técnica e moderna com a instalação do SEI”, afirmou o prefeito em exercício, ressaltando que o sistema será muito útil à Administração do município.

A cerimônia de assinatura aconteceu na Sala de Reuniões da Presidência do tribunal e contou ainda com a presença da gestora do SEI, Patrícia Valentina, do procurador-geral do município, César Palma; da secretária-geral, Pollyana Perinazzo; da secretária interina de Planejamento e Gestão e sua assessora, Cristina Tietbohl e Rochele Rodrigues, respectivamente; e do assessor de Comunicação da prefeitura, Leonardo de Souza.

TRT do Espírito Santo

Na mesma tarde, o presidente do TRF4 assinou mais um Acordo de Cooperação Técnica para cessão do uso do SEI, desta vez com o Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (TRT17), do estado do Espírito Santo. Valle Pereira e o presidente do TRT17, desembargador Marcello Maciel Mancilha, reuniram-se por meio do Zoom, assinando eletronicamente o documento.

Segundo Mancilha, o tribunal capixaba estava ansioso para começar a utilizar o SEI. “Para nós, é muito importante esta possibilidade de compartilhamento de processos entre os órgãos. O sistema dá maior segurança ao administrador”, observou o magistrado.

Também participaram da cerimônia a gestora do SEI, Patrícia Valentina; o diretor-geral do TRT17, Carlos Tadeu Goulart; o secretário de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT17, Johnathan Marques Silveira Carioca; e o secretário de Administração do TRT17, Augusto Célio Rodrigues de Souza.

SEI

O SEI foi criado em 2009 com o objetivo de integrar e modernizar a atividade administrativa para que fosse realizada eletronicamente, eliminando o custo ambiental e de transporte da documentação. Além disso, reduzir o tempo de tramitação dos procedimentos administrativos, enxugando fluxos de trabalho e, ao mesmo tempo, promovendo a transparência dos processos.

Com o uso do sistema, a integração e o gerenciamento são facilitados pela versão única, que concede também autonomia para os cessionários. O SEI permite, desde sua versão 3.0, desenvolver e acoplar módulos próprios, e, na versão 4.0 (disponibilizada em 2021), o sistema trouxe mais segurança, com duplo fator de autenticação e funcionalidades inovadoras, tal como o "SEI Federação", que permite o compartilhamento de processos entre os órgãos públicos que utilizam o Sistema nesta versão, sem a necessidade de remessa ou de malote digital.

 

ACS/TRF4 (acs@trf4.jus.br)


Foto em plano fechado, o presidente do TRF4 e o prefeito de Canoas sentados em mesa de reuniões aparecem do peito para cima. Eles conversam
Valle Pereira (E) e Vargas Marques assinaram convênio eletronicamente
Foto em plano fechado, o presidente do TRF4 e o prefeito de Canoas sentados em mesa de reuniões aparecem do peito para cima. Eles conversamFoto em plano aberto mostra a mesa de reuniões retangular com todos os participantes da reunião sentados em ambos os lados, com o presidente do TRF4 na pontaFoto mostra presidente do TRF4 e gestora do SEI de costas, sentados e olhando para o telão em frente a eles, no qual estão aparecendo em telas do zoom o presidente do TRT17 e três gestores daquele tribunal.Presidentes do TRF4 e do TRT17 tiveram encontro online para assinar convênio