JFPR | combate ao crime

Operação Narcobroker: 13 pessoas são condenadas por narcotráfico

14/09/2022 - 16h12
Atualizada em 21/09/2022 - 17h45
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

A Justiça Federal condenou 13 pessoas por tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. As penas variam de 04 (quatro) a 31 (trinta e um) anos de prisão, em regime fechado. Todos foram julgados e condenados pelo juízo da 23ª Vara Federal de Curitiba. Os réus foram presos durante a Operação Narcobroker, realizada em novembro de 2021, que teve como objetivo desarticular financeiramente a organização criminosa especializada no envio de cocaína para a Europa.

A Operação Narcobroker foi desencadeada pela Polícia Federal, em ação conjunta com a Receita Federal. Os mandados judiciais foram cumpridos em Curitiba, Paranaguá, Matinhos e Campo Largo, no Paraná, São Paulo, Santos, Santo André, Peruíbe, Atibaia, no estado de São paulo, além das cidades de Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Camboriú e Urubici, em Santa Catarina.

Durante as investigações efetuadas até a deflagração, foi possível efetuar a apreensão de 240 quilos de cocaína, dissimulados em uma carga de papel e de 325 quilos de cocaína ocultadas em uma carga de madeira, ambos os carregamentos destinados à Europa com saída a partir do Porto de Paranaguá. 

Alguns elementos indicados nos autos sinalizam um complexo esquema de ocultação das receitas originadas no tráfico, com a finalidade de dificultar a sua identificação pelas autoridades competentes. Os valores eram supostamente utilizados para a aquisição de bens lícitos, passando a integrar o patrimônio dos investigados.

Na época da deflagração da operação, houve o sequestro de mais de 40 milhões de reais em bens, sendo dezenas de imóveis e veículos de luxo. Também foram efetuados o bloqueio de contas de 68 pessoas físicas e jurídicas que, segundo as investigações, tiveram movimentação suspeita de aproximadamente 1 bilhão de reais entre os anos de 2018 a 2020. 

 

COMSOC/JFPR (imprensa@jfpr.jus.br)


Imagem de um malhete.