TRF4 na Feira do Livro: benefícios previdenciários e perícias em pauta no estande

07/11/2012
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

"Eu não teria dinheiro para pagar um advogado, para ter conhecimento do que fiquei sabendo aqui. Quem tem essa oportunidade de graça, não pode perder". Este foi o conselho dado pelo aposentado Eduardo Fonseca, após conversar com o juiz federal Hermes Siedler da Conceição Júnior, na tarde de hoje (7/11), no estande do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), na 58ª Feira do Livro de Porto Alegre. Ele foi um dos participantes de mais um dia do projeto "Juiz na Feira", que proporciona o encontro de magistrados e população para o esclarecimento de dúvidas, em plena Praça da Alfândega.

Eduardo conversou com o juiz Conceição Júnior, da 4ª Vara Federal da capital gaúcha e coordenador do Sistema de Conciliação da Justiça Federal no Rio Grande do Sul. Ele ficou sabendo do serviço disponibilizado pela Justiça Federal na Feira pelo rádio e veio tirar as dúvidas do seu caso com magistrado. Aposentado por invalidez, Eduardo busca um aumento do valor do benefício junto ao INSS. Aproveitou a oportunidade para falar sobre as perícias exigidas pelo Instituto e mostrar a documentação dele ao juiz.

Já o militar Adolfo Artur Pereira da Silva foi buscar informações para a esposa. Conversou com Conceição Júnior sobre a possibilidade de ingressar com uma ação previdenciária e ficou muito satisfeito com o atendimento. "Foi muito bom, ainda há muito desconhecimento da estrutura do Judiciário e esse trabalho aqui na Feira do Livro é um bom mecanismo de aproximação", analisa Silva.

O juiz Conceição Júnior disse que este contato com o povo "é fascinante".  Para ele, é necessário que o juiz se aproxime da sociedade: "Devemos nos despir de nossas formalidades, mostrar que também somos seres humanos, que podemos conversar, conciliar. É isso o que eu penso que a magistratura deve ser", conclui.



Juiz federal Conceição Júnior (E) participou hoje do projeto "Juiz na Feira", que leva magistrados para conversar com o público que circula pela Feira do Livro de Porto Alegre
Juiz federal Conceição Júnior (E) participou hoje do projeto "Juiz na Feira", que leva magistrados para conversar com o público que circula pela Feira do Livro de Porto Alegre
Eduardo Fonseca tirou dúvidas sobre as perícias exigidas pelo INSS
 Juiz federal Conceição Júnior (D) participou hoje do projeto "Juiz na Feira", que leva magistrados para conversar com o público que circula pela Feira do Livro de Porto Alegre
O militar Adolfo Pereira da Silva salientou que o trabalho desenvolvido pela Justiça Federal na Feira é um bom mecanismo de aproximação com a população