Conciliação: Aposentada negocia dívida de R$ 2 milhões com a CEF

09/09/2014 - 16h23
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4
  • Clique para ler ou parar a leitura da notícia

Não há situação incontornável nem idade máxima para quitar débitos, como mostrou acordo realizado na tarde desta terça-feira (9/9), no mutirão de conciliação de processos da Caixa Econômica Federal promovido pelo Sistema de Conciliação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Sistcon/TRF4). Iolanda Maria Kopp Webber, 78 anos, moradora de Maringá (PR), conseguiu negociar uma dívida no valor de cerca de R$ 2 milhões.

Na presença do Procurador da CEF, Fernando da Silva Abs da Cruz, a aposentada acordou o pagamento de R$ 25 mil, quitando seu débito. Iolanda, ex-professora, acumulava a dívida de cheque especial desde 2008 - na época, o valor devido era de R$ 57 mil. Por não possuir bens, o processo não continha penhora.

O conciliador do encontro, servidor do TRF4 Mauro Amado, destacou a singularidade do caso, devido à idade e às condições de saúde da apelante, portadora de câncer. “É horrível ver a coisa saindo de controle assim. Eu precisava desse acordo para limpar a consciência”, desabafou Iolanda.

É a segunda vez que a idosa tenta um acordo. Em 2012, também compareceu ao mutirão do Sistcon, mas o valor mínimo discutido na ocasião era muito alto para que ela conseguisse pagar. “Ano passado eu não fui chamada, mas quando recebi a intimação neste ano já comecei a falar com as pessoas, pedindo ajuda, para poder resolver a situação de vez”, contou. “Agora dá para dormir mais tranquila, né, sabendo que fiz tudo certo”, comemorou após o fechamento do acordo. O pagamento deverá ser feito até 30 de outubro, em uma única parcela, na agência da CEF de Maringá.

O mutirão, realizado com apoio dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscon), segue até sexta-feira (12/9), realizando videoconferências e audiências presenciais, nos seguintes locais:

Tribunal Regional Federal da 4ª Região 
Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, nº 300, 3º andar, Bairro Praia de Belas – Porto Alegre

Seção Judiciária de Santa Catarina
Rua Paschoal Apóstolo Pitsica, nº 4810, Bairro Agronômica – Florianópolis

Seção Judiciária do Paraná - Fórum Federal Ministro Milton Luiz Pereira
Rua Voluntários da Pátria, 532, Bairro Centro – Curitiba (apenas em 15/9).



Acordo com a idosa ocorreu através de videoconferência, com a presença de negociadores da CEF
Acordo com a idosa ocorreu através de videoconferência, com a presença de negociadores da CEF
Acordo com a idosa ocorreu através de videoconferência, com a presença de negociadores da CEFIolanda, moradora de Maringá, realizou o acordo acompanhada por seu advogado, Leonardo Yamakawa de OliveiraO procurador da CEF Fernando da Silva Abs da Cruz (esq.) participou do encontro