TRIBUNAL DIGITAL

Em cerimônia virtual, TRF4 empossa juiz federal promovido para atuar em Pitanga (PR)

14/08/2020
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

Ocorreu no início da tarde de hoje (14/8) a cerimônia oficial de posse do juiz federal substituto Fernando Tonding Etges no cargo de juiz federal. Ele atuará como titular da Vara Federal de Pitanga, no centro geográfico do Paraná. O ato foi realizado por meio de videoconferência e transmitido ao vivo pelo YouTube. Esta foi a primeira solenidade de posse de um magistrado realizada totalmente na modalidade virtual na 4ª Região.

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Victor Luiz dos Santos Laus, coordenou os trabalhos. Em seu discurso, ele pontuou que a cerimônia foi realizada virtualmente em virtude da necessidade de isolamento social imposta pela pandemia do novo coronavírus. Em seguida, Laus parabenizou Etges pela sua trajetória profissional, que já contemplou as Seções Judiciárias de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul e, agora, terá início na do Paraná.

“Trata-se de um magistrado que ascende de substituto a titular da magistratura, promovido por mérito não à toa, mas porque reúne as qualificações e as condições para essa promoção; é um reconhecimento que deve servir de estímulo para que continue galgando suas posições e vencendo na carreira profissional”, disse o presidente da Corte.  

Sociedade atual exige novas capacidades

Por sua vez, o agora juiz federal de Pitanga, Fernando Tonding Etges, fez um breve histórico de sua caminhada profissional. De seus 37 anos, 17 foram no Judiciário Federal. Como juiz federal substituto, carreira que iniciou em 2011, atuou nas cidades catarinenses de Chapecó e Criciúma e, por último, na 3ª Vara Federal de Caxias do Sul (RS). “Ao longo dos anos, conheci muitos juízes, estagiários e servidores; cresci, evoluí, para entender que a dedicação, o foco e a experiência vão delineando nossos próximos passos”, reforçou o magistrado, que é especialista em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre.

“O trabalho de um magistrado é uma função extremamente gratificante e que impõe desafios, sobretudo na atual sociedade, em que os conflitos têm se tornado mais robustos; esse incremento de conflitos exige de nós novas capacidades. Não basta que nós julguemos com qualidade, é preciso celeridade e necessitamos trazer os envolvidos ao debate a fim de se comprometerem no sentido de colaborar com uma solução que atenda a todos”, argumentou. 

“É diante desse cenário que prossigo, estimulado por integrar uma instituição em que eu confio, que cumpre seu papel social, honesta, transparente e que figura como exemplo no país”, afirmou. O magistrado assumiu a titularidade da 1ª Vara Federal de Pitanga. A subseção judiciária com sede na cidade tem 16 municípios sob sua jurisdição.

Presenças

Durante a solenidade, prestaram seus cumprimentos o presidente da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), juiz federal Eduardo André Brandão de Brito Fernandes, o vice-corregedor regional, desembargador federal Luiz Carlos Canalli, o diretor da Escola da Magistratura (Emagis), desembargador federal Márcio Antônio Rocha, o diretor do Foro da Seção Judiciária do Paraná (SJPR), Rodrigo Kravetz, e o juiz federal da 1ª Vara Federal de Guaíra (PR), Gustavo Chies Cignachi.



Presidente do TRF4 deu posse ao novo juiz federal de Pitanga
Presidente do TRF4 deu posse ao novo juiz federal de Pitanga
Presidente do TRF4 deu posse ao novo juiz federal de Pitanga
Fernando Tonding Etges foi promovido em junho
Victor Luiz dos Santos Laus presidiu o ato
Presidente da Ajufe, juiz federal Eduardo André Brandão de Brito Fernandes
Vice-corregedor regional, Luiz Carlos Canalli
Diretor do Foro da SJPR, Rodrigo Kravetz
Juiz federal da 1ª Vara Federal de Guaíra (PR), Gustavo Chies Cignachi