Juiz concede liminar e assegura que candidata realize segunda fase do Exame da Ordem que acontece neste domingo

06/08/2021 - 18h56
Atualizada em 06/08/2021 - 18h56
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

O juízo da 6ª Vara Federal de Curitiba deferiu liminar à candidata do Exame da OAB que solicitou anulação de questões da prova objetiva da primeira fase do XXXII Exame de Ordem. A decisão do juiz federal Augusto César Pansini Gonçalves determina que a bacharel em direito prossiga no certame que acontece neste domingo (08).   

De acordo com o magistrado, a não concessão da liminar neste momento pode acarretar prejuízos de difícil ou incerta reparação à parte autora, pois ficará fora de certame cuja próxima fase está prestes a ocorrer. "De outro lado, a concessão da medida de urgência não gera maiores prejuízos à parte impetrada, uma vez que, em caso de ulterior deliberação em sentido contrário, poderá implementar rapidamente as medidas necessárias para retornar ao status quo ante".
Tramitam na Seção Judiciária do Paraná várias outras ações envolvendo o Exame da Ordem.

Somente na 6ª Vara Federal de Curitiba, mais de 25 liminares foram concedidas para candidatos realizarem a próxima fase do exame, que acontece no dia 08 de agosto. A primeira fase aconteceu no dia 13 de junho e foi bastante questionada sobre sua dificuldade. Com mais de 180 mil inscritos, foram reprovados mais de 146 mil bacharéis.