TRF4 |

Via Legal destaca polêmica entre bailarinos e professores de educação física

04/08/2006 - 16h17
Atualizada em 04/08/2006 - 16h17
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4
Uma nova polêmica toma conta dos palcos da dança no Sul do país e se torna tema da reportagem da 4ª Região do Via Legal, programa de TV da Justiça Federal. Bailarinos profissionais e professores de educação física disputam o direito de dar aula de dança. A matéria mostra os argumentos de categoria, e explica ainda os benefícios que a dança traz para a vida das pessoas e conta depoimentos de quem hoje não abre mão da arte. Após tentar durante vários anos, sem sucesso, se matricular num curso de formação de oficial, o militar Anselmo Araújo, lotado no Exército do Rio de Janeiro, recorreu à Justiça e é tema da reportagem da 2ª Região. Ele alegou ter sido discriminado pela mudança de regras que tornaram a progressão na carreira mais fácil aos novos integrantes. Por uma decisão dos tribunais ele está a um passo de conseguir realizar o sonho de se tornar sargento do Exército. No interior de Pernambuco, na 5ª Região, o Via Legal traz outra situação envolvendo as Forças Armadas. A história é sobre uma mulher que está tentando provar que o marido, vítima de um acidente sofrido em 1947 quando ele era soldado do Exército, tinha direito a ser reformado. Dona Josefa da Nóbrega não mediu esforços para conseguir o benefício previsto em lei, mas que foi negado pela corporação por causa de um erro no laudo médico. O programa mostra que a vitória definitiva veio recentemente, mas não pôde ser comemorada pela vítima, que morreu em 2004. Na 3ª Região o tema da reportagem é a onda de violência que, há pelo menos três meses, assusta os moradores de São Paulo. O programa conta que a ouvidoria das polícias Civil e Militar investiga se a morte de 49 pessoas, ocorridas entre os dias 12 e 21 de maio, foram provocadas por um grupo de extermínio como a scuderie le cocq, que nas décadas de 80 e 90 fez vítimas em todo o país, com destaque maior para o Estado do Espírito Santo. A 1ª Região apresenta no Via Legal a dura rotina dos oficiais de Justiça para chegar aos locais mais improváveis e encontrar pessoas citadas em processos judiciais. O programa mostra a determinação desses oficiais em encontrar certos endereços. De carro, a pé ou em voadeiras, um tipo de embarcação muito usada nos rios da Amazônia, os oficiais conseguem localizar quem parecia estar desaparecido e provam que são mesmo essenciais para o andamento do poder Judiciário. O programa Via Legal dessa semana mostra ainda dicas de como a população pode acompanhar a investigação de casos que envolvem policiais civis e militares de São Paulo. Dias e horários em que o Via Legal vai ao ar Na TV Justiça Quinta-feira - 20h30min (inédito) Sexta-feira - 11h30min (reprise) Domingo - 18h30min (reprise) Segunda-feira - 7h30min (reprise) Nas TVs Cultura de SP e SC, TVE/RS e PR Educativa Sábado - 9h Na TVE Brasil Sábado - 18h Como assistir ao programa no Sul Em toda a região: Directv - canal 209 (TV Justiça) Sky - canais 95 (TV Justiça) e 94 (TVE Brasil) TV Cultura SP - TVs a cabo ou via satélite Rio Grande do Sul: Porto Alegre: Net Sul - canal 8 (TV Justiça) / Net Sul Digital - canal 21 da TV (TV Justiça) / TVE - canal 7 Pelotas e Rio Grande: Adelphia - canal 11 (TV Justiça) Paraná: Curitiba: Net Curitiba - canal 8 (TV Justiça) / TVA Sul - canal 78 (TV Justiça) / TV Paraná Educativa - canal 9 Cambé: TVA - canal 3 (TV Justiça) Campo Mourão: TV a Cabo Campo Mourão - canal 55 (TV Justiça) Santa Catarina: Florianópolis: Net Florianópolis - canal 9 (TV Justiça) / TVA Sul - canal 21 (TV Justiça) / TV Cultura - canal 2 Brusque e Itajaí: Adelphia - canal 10 (TV Justiça)