TRF4 |

Via Legal mostra as facilidades da videoconferência no Judiciário

16/04/2008 - 13h14
Atualizada em 16/04/2008 - 13h14
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

O Via Legal desta semana apresenta uma forma simples e eficiente de dar mais agilidade à tramitação dos processos. No Sul do país, a mesma tecnologia que permite uma conversa entre amigos via computador, faz a diferença no Judiciário. O programa mostra como trabalham os advogados que conquistaram o direito de defender seus clientes sem precisar se deslocar até a sessão de julgamento. 

De Pernambuco, o Via Legal traz a história de uma disputa entre os índios da etnia Xucuru. A decisão de explorar o turismo religioso como uma forma garantir renda para a comunidade dividiu a aldeia e até já provocou mortes. E foram exatamente essas divergências internas que levaram o assunto aos tribunais.

O Via Legal também chama atenção para um fato que muita gente nem se dá conta: a forma como um juiz interpreta a lei faz toda diferença. A história que inspirou o filme "Meu nome não é Johnny" é uma prova disso. Do Rio de Janeiro, o programa explica a decisão da juíza Marilena Franco, que surpreendeu a todos, mas garantiu a recuperação de João Estrella, um jovem da classe média que conheceu e viveu o mundo das drogas.

A realidade de violência, superlotação e crimes nos presídios brasileiros é tema de duas reportagens do Via Legal. Do interior de Goiás, o programa apresenta casos de terror encontrados nas cadeias e revela o drama de quem, mesmo sem acreditar nas chances de recuperação, tem a obrigação de mandar cada dia mais gente para esses locais.

Fonte: Cpjus/CJF

Dias e horários em que o Via Legal vai ao ar:

Na TV Justiça
Quarta-feira - 20h30 (inédito)
Sábado - 10h30 / Segunda-feira - 14h30 (reprises)
Nas Redes Cultura e Educativa
Sábado - 8h