TRF4 |

Luta de famílias por tratamento médico é destaque no Via Legal

21/05/2008 - 13h35
Atualizada em 21/05/2008 - 13h35
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • TRF4 no Flickr
  • Assine o RSS do TRF4

O Via Legal desta semana traz histórias de coragem de duas famílias que lutam pela saúde dos filhos. Uma vive no Rio de Janeiro , a outra, no Rio Grande do Sul, e apesar da distância, a luta dos pais é a mesma. Nos dois casos, a esperança está depositada em ações judiciais que buscam a garantia de tratamento adequado para as crianças.

No Rio Grande do Sul, o drama começou com o que deveria ser uma simples prevenção.  Analice Bolzan apresenta o caso de um garoto que teve a infância interrompida depois de uma visita ao posto de saúde. E revela o caminho trilhado pelos pais em busca do suporte de que ele precisa para continuar vivo. Do Rio de Janeiro, Viviane Rosa mostra a realidade de uma mãe que abriu mão de tudo para cuidar do filho, mas esbarra num problema grave: no Brasil, os médicos não conseguem identificar a doença que impede o menino até de se alimentar. A família precisa da ajuda do Estado para ir à Itália em busca do diagnóstico.

Direto de São Paulo, Luciana Munaretti explica como a Justiça Federal tem inovado na hora de definir o destino a ser dado ao dinheiro do crime organizado. Parte da fortuna acumulada por um dos maiores traficantes de drogas do mundo já está beneficiando comunidades carentes. O leilão de bens do colombiano Juan Carlos Ramirez Abadia é um exemplo que pode ser seguido em todo país.

A repórter Vera Carpes discute um assunto complexo: propriedade intelectual. Todos concordam que a riqueza de um país não é feita apenas dos valores materiais. As produções de conhecimento e arte também são importantes. A disputa pelo reconhecimento em relação àquilo que criou leva muita gente aos tribunais. O problema é que este  é um  direito difícil de ser provado.

Fonte: Cpjus/CJF

Dias e horários em que o Via Legal vai ao ar:

Na TV Justiça
Quarta-feira - 20h30 (inédito)
Sábado - 10h30 / Segunda-feira - 14h30 (reprises)
Nas Redes Cultura e Educativa
Sábado - 8h